Fernando Pessoa

Fernando Pessoa
Fernando António Nogueira Pessoa, mais conhecido como Fernando Pessoa, foi um poeta, filósofo e escritor português.
Fernando Pessoa é o mais universal poeta português. Enquanto poeta, escreveu sob múltiplas personalidades – heterônimos,
como Ricardo Reis, Álvaro de Campos e Alberto Caeiro –, sendo estes últimos objeto da maior parte dos estudos
sobre a sua vida e obra. Robert Hass, poeta americano, diz: “outros modernistas como Yeats, Pound, Elliot inventaram
máscaras pelas quais falavam ocasionalmente... Pessoa inventava poetas inteiros.”

Nascimento: 13 de junho de 1888, Distrito de Lisboa, PortugalFalecimento: 30 de novembro de 1935, Lisboa, Portugal

Exibir:
Organizar por:

A criança que fui chora

“A criança que fui chora na estrada. Deixei-a ali quando vim ser quem sou. Mas hoje, vendo que o que..

R$ 69,90

Adoramos a perfeição

“Adoramos a perfeição, porque não a podemos ter; repugna-la-íamos, se a tivéssemos. O perfeito é des..

R$ 69,90

Afinal, se coisas boas se vão

“Afinal, se coisas boas se vão é para que coisas melhores possam vir. Esqueça o passado, desapego é ..

R$ 69,90

Amor não se conjuga no passado

“Amor não se conjuga no passado, ou se ama para sempre ou nunca se amou verdadeiramente.” - Fernando..

R$ 69,90

Aquele que conheceu apenas

“Aquele que conheceu apenas a uma mulher e amou de verdade, sabe muito mais das mulheres do que aque..

R$ 69,90

Digo-vos: praticai o bem

“Digo-vos: praticai o bem. Porquê? O que ganhais com isso? Nada, não ganhais nada. Nem dinheiro, nem..

R$ 69,90

É o tempo da travessia

“É o tempo da travessia: e, se não ousarmos fazê-la, teremos ficado, para sempre, à margem de nós me..

R$ 69,90

Eu não escrevo em português

“Eu não escrevo em português. Escrevo eu mesmo.” - Fernando Pessoa..

R$ 69,90