Mario de Andrade

Mario de Andrade
Mário Raul de Moraes Andrade foi um poeta, escritor, crítico literário, musicólogo, folclorista, ensaísta brasileiro.
Ele foi um dos pioneiros da poesia moderna brasileira com a publicação de seu livro Pauliceia Desvairada em 1922.
Nascimento: 9 de outubro de 1893, São Paulo, São Paulo, Brasil • Falecimento: 25 de fevereiro de 1945, São Paulo, São Paulo, Brasil

Exibir:
Organizar por:

Devo confessar preliminarmente

“Devo confessar preliminarmente, que eu não sei o que é belo e nem sei o que é arte.” - Mario de And..

R$ 69,90

Escrevo sem pensar

“Escrevo sem pensar, tudo o que o meu inconsciente grita. Penso depois: não só para corrigir, mas pa..

R$ 69,90

Eu sou um escritor difícil

“Eu sou um escritor difícil Que a muita gente enquizila, Porém essa culpa é fácil De se acabar duma ..

R$ 69,90

Já não tenho tempo para mediocridades!

“Já não tenho tempo para mediocridades!” - Mario de Andrade..

R$ 69,90

Não devemos servir de exemplo

“Não devemos servir de exemplo a ninguém. Mas podemos servir de lição.” - Mario de Andrade ..

R$ 69,90

O essencial faz a vida valer

“O essencial faz a vida valer a pena.” - Mario de Andrade ..

R$ 69,90

Olhar preso no meu, perdidamente

“Olhar preso no meu, perdidamente. Não exijas mais nada. Não desejo também mais nada, só te olhar, e..

R$ 69,90

Passado é lição para refletir

“Passado é lição para refletir, não para repetir.” - Mario de Andrade..

R$ 69,90